Uma falha grave foi encontrada no Google Chrome, especificamente na versão 59. Segundo o pesquisador @lupus_cyber, o navegador possui uma vulnerabilidade de zero dia que permite a execução de um código remoto. Dessa maneira, um invasor poderia executar um código de comando no sistema para, por exemplo, monitorar as atividades do computador — e ainda com a possibilidade de roubar dados sensíveis do usuário, como senhas de email, redes sociais e internet banking.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/seguranca/118864-google-chrome-tem-falha-grave-exploit-exploracao-hackers.htm?utm_source=tecmundo.com.br&utm_medium=home&utm_campaign=ultimasnoticias