A Google finalizou o suporte a aplicativos desenvolvidos especialmente para o Google Chrome em sua loja Chrome Web Store. Ainda é possível baixar extensões e temas por lá, mas as seções “Apps” e “Games” foram eliminadas.

De acordo com o Ars Technica, a Google já havia começado a informar os desenvolvedores de que essas seções de apps seriam eliminadas da loja em algum momento de 2017, mas, até agora, não se tinha uma data precisa. Há cerca de um ano, a empresa explicou no blog oficial do Chrome que faria essa remoção porque praticamente ninguém baixa e utiliza os apps desenvolvidos para o Google Chrome. Segundo a empresa, menos de 1% dos usuários do browser serão afetados.

Contudo, é bom ressaltar que as seções de apps só foram eliminadas do navegador Google Chrome para Windows, Linux e macOS. No Chrome OS, eles continuam disponíveis. Contudo, como a base de usuários é pequena, e os desenvolvedores não possuem mais a possibilidade de distribuir seus softwares em sistemas mais populares, é bem provável que esses apps acabem morrendo aos poucos caso a Google não os elimine de uma vez por todas.

Para substituí-los, a Google trabalha em um padrão já bastante aceito, o PWA ou Progressive Web Apps. Essas aplicações são basicamente sites que se comportam como aplicativos instalados e podem acessar recursos do sistema, enviar notificações, entre outras vantagens.

O interessante disso é que o PWA é multiplataforma, já sendo compatível com o Chrome tanto no desktop quanto no Android, e também no Opera e no Firefox para o Robô. A Microsoft também suporta o recurso e seus navegadores, e a Apple trabalha em implementá-lo no Safari. Não sabemos se um dia haverá uma loja de apps PWA na Chrome Web Store ou algo assim, entretanto.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/software/124999-nao-possivel-instalar-aplicativos-direto-google-chrome.htm