Nesta semana, pesquisadores divulgaram a existência de duas graves falhas de segurança em quase todos os processadores vendidos nos últimos 20 anos ao redor do mundo. As falhas ganharam o nome de “Meltdown” e “Spectre”.

A mais urgente e grave do momento é a Meltdown, que atinge processadores da Intel – marca mais comum e utilizada em computadores com Windows ou Macs. A Spectre ainda tem poucos detalhes divulgados e é um pouco mais difícil de ser explorada por hackers, segundo pesquisadores.

A Meltdown, porém, não só atinge mais PCs – provavelmente o seu -, como pode ser explorada mais facilmente. Um simples código JavaScript rodando em um site qualquer é capaz de acessar dados da memória da CPU e roubar informações delicadas, como as suas senhas.

Felizmente, é possível garantir algum nível de proteção para a maioria dos usuários sem precisar trocar de processador. A Microsoft já liberou uma correção para os navegadores Edge e Internet Explorer, assim como para o Windows 10. Além disso, o Firefox também já está seguro.

Uma solução completa para o problema só vai existir nas próximas gerações de processadores da Intel, já que a raiz do problema é de hardware. Além disso, tenha em mente que as correções podem prejudicar, ainda que de leve, a performance do seu computador.

Veja no link abaixo as dicas que o site Olhar Digital dá para você ficar mais protegido caso esteja usando um computador com processador Intel e sistema operacional Windows.

Fonte: https://olhardigital.com.br/dicas_e_tutoriais/noticia/como-se-proteger-da-grave-falha-que-atinge-processadores-dos-ultimos-20-anos/73251