O Twitter vem passando por uma espécie de ‘crise existencial’. A rede social andou banindo perfis falsos, discutindo novas regras para limitar discurso de ódio e, em meio a tudo isso, o lucro da companhia aumentou. A próxima vítima dessa reestruturação pode ser o botão “Curtir”.

Também conhecido como “Like”, e anteriormente como “Favorito”, o botão faz parte da navegação do Twiter desde os primórdios da rede social. Mas a empresa admite que está considerando acabar com ele, com o objetivo de melhorar a “qualidade” do debate e das conversas entre usuários.

O que o botão “Curtir” tem a ver com a qualidade do conteúdo? A ferramenta permite que certos tweets e conteúdos ofensivos viralizem e ganhem grande projeção, sem oferecer a nuance que um retweet ou um RT com comentário podem fornecer a um debate para deixá-lo mais rico em argumentação.

Além disso, o botão de coração pode ser um alvo fácil de abuso por parte de softwares de geração de conteúdo automatizado, consequentemente ajudando a dar mais voz a perfis falsos e principalmente aos famosos “bots”, problema com o qual o Twitter vem lidando há tempos. Resta saber o que o Twitter poderia introduzir no lugar do “Curtir” se de fato decidir por acabar com o botão.

Imagem e Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/twitter-considera-acabar-com-botao-curtir/79494