Em maio, a Google anunciou que os desenvolvedores de conteúdo para Android teriam que definir uma faixa etária para os aplicativos disponíveis na Play Store. Isso seria feito para ajudar a proteger crianças, que até então poderiam baixar apps impróprios para sua idade. Agora, usuários começaram a notar avisos sobre a classificação indicativa dentro da loja.

Segundo a Google, dependendo da faixa etária escolhida pelos desenvolvedores, os aplicativos podem ser classificados como “impróprios para crianças” nas páginas na Play Store. Os avisos serão mostrados principalmente para contas familiares, trazendo informações acerca do motivo pelo qual os conteúdos não são indicados para crianças, inclusive por possíveis anúncios que são exibidos dentro deles.

Outra regra adicionada impede os aplicativos de mostrarem na loja resumos ou capturas de tela que tenham apelo infantil, o que poderia induzir os usuários a baixarem os programas em smartphones e tablets. Caso queiram, os desenvolvedores podem marcar direto a opção de não indicado para usuários mais jovens, com um aviso logo abaixo do botão de instalação.

As novas regras foram apresentadas em maio e deverão ser cumpridas por todos os desenvolvedores a partir do dia 1º de setembro.

Imagem e Fonte: https://www.tecmundo.com.br/software/144164-play-store-comeca-mostrar-avisos-apps-improprios-criancas.htm